quarta-feira, 6 de junho de 2012

MOSTEIROS MEDIEVAIS

skip to main | skip to sidebar INICIO GLÓRIA CLUNY TEMAS CANÇÕES DE GESTA Canções de gesta Gesta Dei per francos CAVALARIA Cavalaria Ordens de Cavalaria Templários CIVILIZAÇÃO CRISTÃ Carlos Magno Civilização Cristã Cristandade Cruzadas Blog As Cruzadas França CIÊNCIA Arquitetura Astronomia Ciências Invenções Progresso Técnica CLASSES SOCIAIS Classes sociais Clero Papas Reis Nobreza Feudalismo Escravidão Trabalho Vassalagem CULTURA Arte Cultura Literatura Simbolismo Direito ECONOMIA Agricultura Agricultura Economia Impostos Família Guerra História IGREJA Igreja Educação Universidade Hospital Inquisição Mosteiros Nossa Senhora Paz União Igreja-Estado APRESENTAÇÕES AULAS CODEX (diversos) GREGORIANO GREGORIANO (MP3) MÚSICA NATAL VIDEOS 360º Blog Idade Média CASTELOS CERIMÔNIAS POWERPOINTS VIDEOS 360º CATEDRAIS ABADIAS MÚSICA ÓRGÃO POWERPOINTS SINOS VIDEOS (só França) VIDEOS (menos França) VITRAIS 360º 360º só França CIDADE VIDEOS MÚSICAS 360º CONTOS CANTIGAS CRUZADAS APOLOGIA CANÇÕES DE GESTA MUSICA VIDEOS 360º PAPAS Beato URBANO II Carta de Instrução "Popolo dei Franchi" Sermão em Clermont-Ferrand Outro testemunho PIO II Pascoal II São Gregório VII São Pio V João VIII Inocêncio III SANTOS São Bernardo A franceses e bávaros Sermão Elogio dos Templários São Francisco de Assis Mansidão e força Diante do Sultão Exemplo pessoal O Direito de Cruzada São Luís IX Retrato pelo príncipe de Joinville São Luís e o mameluco Morte na IX Cruzada Santa Teresinha Beato Marco d'Aviano HERÓIS Balduíno IV Carlos Magno Godofredo de Bouillon Santa Joana d'Arc Santa Clotilde Ricardo Coração de Leão São Luís IX, rei São Nuno Álvares Pereira VIDEOS ORAÇÕES CANTICOS NATAL Semana Santa e Páscoa VIA SACRA VIDEOS Nossa Senhora Milagres Corpus Christi São Bernardo São Fernando SIMBOLOS VIDEO: Mont Saint-Michel, onde a Cristandade toca os Céus Receba gratis em seu email Digite seu email: Eu gosto de Catedrais Medievais Pesquisar este blog tecnologia São Vast: bispo do fogo sagrado Segundo o bem-aventurado Jacques de Voragine o nome Vast (ou Vaast) vem de ‘voeh distans’, ou ‘desgraça eterna’. Pois, os precitos gemem sem cessar: “Desgraça para nós porque ofendemos a Deus! Desgraça porque obedecemos ao demônio! Desgraça porque não podemos mais morrer! Desgraça por sermos tão terrivelmente atormentados! Desgraça porque não sairemos mais do inferno! » São Vast foi sagrado bispo de Arras por São Remígio. Quando ele chegou à porta da cidade, encontrou dois pobres que pediam esmola. Um era cego e o outro mancava. Então lhes disse: “eu não tenho nem ouro nem prata, mas aquilo que eu tenho eu vos dou”. A continuação ele elevou uma oração e curou-os, a um e outro. Um lobo tinha montado sua toca numa igreja abandonada e invadida pelo mato. Vast ordenou-lhe que saísse e não ousasse mais voltar. E assim aconteceu. (na imagem aos pés do santo) No fim de sua vida, após converter um grande número de pessoas com suas palavras e com suas obras, no quadragésimo ano de seu episcopado, ele viu uma coluna de fogo que descia do céu até sua casa. Ele compreendeu então que seu fim aproximava-se. Pouco tempo depois, ele morreu em paz, no ano do Senhor 550. Enquanto acontecia a translação de seu corpo, Omer, que era cego por velhice, lamentava-se não poder contemplar o corpo do santo. Ele, então, recuperou a vista na hora, mas pouco depois, segundo seu desejo, voltou a ficar cego. São Lopo, arcebispo de Sens São Lopo, nasceu em Orléans num berço de sangue real. Resplandeciam nele todas as virtudes quando foi escolhido para arcebispo de Sens. Clotário, rei dos francos, entrou na Borgonha e enviou seu senescal até Sens com a missão de sitiar a cidade. São Lopo entrou na catedral de São Estevão e fez revoar os sinos. Ouvindo o som, os inimigos ficaram tomados de um pânico tão grande que acharam que o único modo de se salvarem da morte, era fugir. Por fim, após tomar conta de toda a Borgonha, o rei enviou mais um senescal a Sens. Porém, São Lopo não foi a vê-lo levando presentes. O senescal, então, ficou louco de raiva e difamou-o ante o rei que acabou enviando-o para o exílio. No exílio, São Lopo brilhou pela sua doutrina e por seus milagres. Entrementes, os habitantes de Sens mataram um bispo usurpador da cátedra de São Lopo e pediram ao rei que chamasse de volta o santo exilado. Quando o rei viu chegar um homem tão mortificado, Deus permitiu que ele mudasse de opinião a seu respeito, a ponto de se prosternar aos pés do santo bispo pedindo perdão. O rei encheu-o de presentes e restabeleceu-o na sua diocese. Após se ter ilustrado na prática de muitas virtudes, São Lopo repousou em paz, no ano do Senhor de 610, no tempo de Heráclito, imperador de Bizâncio. Oração nun vitral da Catedral de Lubeck, Alemanha Tu me chamas Mestre e não me obedeces. Luz e não me vês. Caminho e não me segues. Vida e não me desejas. Sábio e não me escutas. Amável e não me amas. Rico e não me invocas. Eterno e não me buscas. Justo e em mim não confias. Nobre e não me serves. Senhor e não me adoras. Se eu te condenar, não me culpes. Catedral de Reims São Lourenço e a catedral de Lund Em Zchonen, cidade universitária e primeiro arcebispado da Escandinávia, ergue-se formosa catedral romana. Debaixo do coro, abre-se grande e bela cripta. Dizem todos que a igreja nunca será terminada, que sempre faltará alguma coisa, e que o motivo é este: Quando São Lourenço chegou a Lund, a fim de pregar o Catolicismo, desejou construir uma igreja, mas carecia dos meios necessários e não sabia onde arranjá-los. Pensando constantemente no seu objetivo, teve um dia a surpresa de ver na sua frente um gigante, que se ofereceu para em pouco tempo erguer o templo, contanto que São Lourenço adivinhasse o seu nome antes do fim. Se não o conseguisse, o gigante receberia como prêmio da aposta o Sol, a Lua ou os olhos do santo. Este, confiando em Nossa Senhora, não teve o menor receio e aceitou a imposição. Iniciou-se a construção, e dentro em pouco o templo estava quase pronto. São Lourenço, pensando tristemente em como descobrir o nome do gigante, pois evidentemente não queria de maneira nenhuma desfazer-se dos seus olhos, tão necessários para a glória de Deus. Um dia, percorrendo as ruas da cidade, sentiu-se cansado e resolveu sentar-se na encosta de uma colina. Do interior da colina chamou-lhe a atenção o pranto de uma criança e a voz de uma mulher que cantava: — Durma bem, durma bem, filhinho meu, que amanhã regressa o bom Finn, seu pai, e você brincará com o Sol ou a Lua, ou então com os olhos de Lourenço. O santo, ouvindo aquilo, alegrou-se imensamente. Sabia, por fim, o nome do gigante. Imediatamente voltou para a igreja, e viu o gigante sentado já no teto, preparando-se para colocar a última pedra. Gritou-lhe: — Ó Finn, coloque bem a última pedra! O gigante, enfurecido, atirou a pedra para longe, afirmando que a igreja jamais ficaria terminada, e desapareceu. A partir daquele dia, falta na igreja sempre alguma coisa. (A. Della Nina, "Enciclopédia Universal da Fábula": Contos da Suécia - Editora das Américas, SP, 1957) Bourges: trono episcopal Catedrais medievais em seu e-mail RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM SEU E-MAIL Digite seu email: São Remígio, arcebispo de Reims O nome Remígio significa “pastor que combate” e apaziguador da terra. São Remígio lutou contra o diabo com o escudo da fé, a espada da palavra de Deus e a armadura da esperança. Sua nascença foi predita por um ermitão cego. Desde cedo, Remígio abandonou o mundo e encerrou-se num claustro. Sua reputação crescia, e quando tinha 22 anos, foi aclamado pelo povo para ser arcebispo de Reims. Naqueles tempos, Clóvis era rei da França. Ele era pagão. Porém, quando viu vir contra ele um exército incontável de alamanos, ele prometeu que adotaria a fé de Jesus Cristo se obtinha a vitória. Ele venceu milagrosamente e pediu o batismo a São Remígio. Tendo-se aproximado todos da pia batismal, uma pomba trouxe no bico uma ampola com o óleo para ungir o rei. Esse óleo fica guardado na igreja de Reims até hoje. São Remígio resplandecente de virtudes, repousou em paz no ano 500 do Senhor. Catedral de Tours Santo Agostinho: a beleza das coisas fala da beleza suprema de Deus Criador “Interroga a beleza da terra, “interroga a beleza do mar, “interroga a beleza do ar difundida e diluída. “Interroga a beleza do céu, “interroga a ordem das estrelas, “interroga o sol, que com o seu esplendor ilumina o dia; “interroga a lua, que com o seu clarão modera as trevas da noite. “Interroga os animais que se movem na água, que caminham na terra, que voam pelos ares: “almas que se escondem, corpos que se mostram; “visível que se faz guiar, invisível que guia. “Interroga-os! “Todos te responderão: “Olha-nos, somos belos! “A sua beleza fá-los conhecer. “Quem foi que criou esta beleza mutável, a não ser a Beleza Imutável?” (Santo Agostinho, Sermo CCXLI, 2: pl 38, 1134). Basílica de Nossa Senhora (Mariacka), Cracóvia A profanação da catedral de Antuérpia O padre Bernardes, na “Nova Floresta” conta a história de “Os calvinistas, na catedral de Antuérpia”, Bélgica: “No dia 21 de agosto de 1566, uma caterva de hereges calvinistas penetrou, a noite, na catedral de Antuérpia. “Um deles, simulando um sinal, entoou um salmo de Davi, em língua francesa, e logo os outros arremeteram furiosamente contra as imagens de Cristo, de Nossa Senhora dos santos, que havia na igreja. A umas derrubavam, a outra calcavam aos pés, e outros estoqueavam com as espadas, e a outras ainda, arrancavam as cabeças com machados. “Um grupo deles, saltando sobre os altares, arremessava ao chão os vasos sagradas, rasgavam os painéis dos retábulos”, borravam e enchiam de imundícies as pinturas das paredes, e outros grupos quebravam os vitrais e estilhaçavam o órgão e demais santos das cornijas e dos capitéis. “Uma antiga e devotíssima imagem de um crucifixo de grande tamanho foi derrubada e cortada em achas, como lenha, conservando-se intacto os dois ladrões que ladeavam a cruz”. Comentário do autor: Isso é característico do espírito protestante. Derruba Nosso Senhor e deixa os ladrões. Se eles tivessem que derrubar um dos ladrões derrubavam o bom ladrão, São Dimas. O outro continuava de pé. O provérbio português diz: lé com lé, cré com cré. Assim, o herege poupa o ladrão, mas profana a Deus. “Com sacrílega e diabólica alegria, pisaram as hóstias e enchendo o cálice sagrado de vinho, brindavam-se uns aos outros. Untaram os sapatos com os santos óleos do crisma. Calemos o resto, pois isso é mais do que o bastante para magoar a piedade dos católicos. Depois de 4 horas, nem mesmo os sepulcros haviam escapado ao ódio desses ímpios. Eis aqui o resto da heresia. E pelas obras que se conhece a pessoa, e por isso se verá a face dos calvinistas”. Comentário do autor: O ódio calvinista mostra o que o protestantismo tem de fundamentalmente incoerente. A gente compreenderia que eles quisessem acabar com o culto das imagens. Mas como é possível que uma pessoa que diz que adora a Nosso Senhor Jesus Cristo, e o reconhece como Deus, queira, ao mesmo tempo quebrar a sua imagem, profaná-la, espandongá-la? Como é possível que a gente amando alguém, queira arrebentar sua face ou sua imagem? Isso é uma verdadeira impossibilidade. É um mistério de iniqüidade. Se os protestantes fossem coerentes, eles deveriam retirar esses objetos da igreja, e, com respeito, enterrá-los, jogá-los num rio, enfim destruir como figuras de alguém a quem a gente ama e respeita. Mas, não. Por quê? Porque o ódio deles vai muito além do simples ódio das imagens. Eles têm ódio àquilo que a imagem representa. E com farisaísmo diabólico, eles atacam o próprio Cristo quando eles atacam a imagem. E depois vão dizer que são cristãos! Há ainda falsos ecumênicos que dizem: “bom, os protestantes se adornam com o lindo nome de cristãos e por isso são nossos irmãos separados, irmãos na fé etc., etc.” É um verdadeiro disparate. O caso da catedral de Antuérpia é um exemplo do furor da revolução protestante. Mas, a Revolução Francesa fez a mesma coisa com igual ou maior ferocidade; a Revolução Comunista russa também fez a mesma coisa num auge do que fizeram protestantes e revolucionários franceses... São três Revoluções, uma filha da outra. Autor: Plinio Correa de Oliveira, sem revisão. Catedrais medievais em seu e-mail RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM SEU E-MAIL Digite seu email: Este Blog Este Blog Novas formas de visualizar o blog: Abadias e mosteiros Mont Saint-Michel, onde a Cristandade toca os Céus Soissons: abadia de St-Jean des Vignes e catedral Santos Gervásio e Pedro Cluny "alma da Idade Média" (reconstituição virtual) Excertos de uma reconstituição virtual (em andamento) da maior abadia da Cristandade, destruída pela Revolução Francesa. Convento de Cristo: abadia mãe dos templários em Portugal Mosteiro de Alcobaça, da Ordem do Cister, primeiro edifício gótico português Mosteiro de Santa Maria da Batalha, jóia da fé e da arte gótica Mosteiro de Veruela, Zaragoza, Espanha O Real Monasterio de Santa María de Veruela é uma abadia cistercense do século XII, nas proximidades de Vera de Moncayo, província de Zaragoza, Espanha. Música: (gregoriano) "Introitus Spiritus Domini", pelos monges da abadia de São Domingo de Silos. Mosteiro de Santa Maria la Real de Las Huelgas, Burgos Música: "Ex illustri nata prosapia" ("Nacida de alta estirpe"), em louvor de Nosssa Senhora. Codex de Las Huelgas, séculos XII-XIV. Zoom sobre o Monte Saint Michel Abadia de Holyrood, Escócia Mosteiro dos Jerônimos, Portugal Música: "Magnificat", Manuel Cardoso (Fronteira do Alentejo, 1566 - Lisboa, 1650). Catalunha e sua arte românica Abadia de Vezelay: relicário da Cristandade Cluny: a Jerusalém celeste encarnada Cluny: amostra em 360º Gire com o mouse. Mude de sala (menu ângulo superior esquerdo) Cluny: pedra angular da ordem monástica medieval Cluny: a mais célebre abadia medieval Reconstrução digital da igreja de Cluny III Cluny hoje no seu 1100º aniversário Mont Saint-Michel Mosteiro de São Domingos de Silos, Espanha Música: antifona 'Genuit puerpera Regem' Mosteiro de São João da Penha, Huesca, Espanha Música: Santa Maria Estrela do Dia, Cantiga de Santa Maria 100, Alfonso X o Sábio. Mosteiro de Santa Maria de l'Estany (Barcelona). Música: "Stella maris fulget" (Drama litúrgico da festa da Assunção, de Santa Maria de l'Estany, século XIII) Mosteiro Real de Santa María de Poblet Música: 'Inperayritz de la ciutat joyosa', Livro Vermelho de Montserrat, século XIV. Mosteiro de São Domingos de Silos, Burgos, Espanha Música: "Regi Perennis Gloriae", Codex Calixtinus, século XII. Monges de Silos. Abadia do Monte Saint-Michel, Normandia, França Mosteiro Real de São Tomás, Ávila, Espanha Música: "Triste España sin ventura", Juan del Enzina (1468-1529). Abadia de Beauport, França Santuários e mosteiros no caminho de Santiago (no sul da França) 1 comentários More Sharing ServicesShare | Share on facebookShare on myspaceShare on googleShare on google_plusone 1 comentários: Santa Emoção22 de março de 2012 07:53 Que espetáculo de blog. Amo arte sacra e toda beleza das catedrais, abadias, santuarios, mosteiros, basilicas, capelas e tudo que envolve este apaixonante tema. Parabens! ResponderExcluir Adicionar comentário Carregar mais... Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa. Início Assinar: Postagens (Atom) Atualizações gratis em seu email Digite seu email: Catedrais da França: Saint-Denis, Chartres, Paris, Amiens Fotos do blog Catedral de Salisbury Mais vistos na semana Síntese da história do vitral O vitral nasceu na Idade Média, época em que segundo o Papa Leão XIII, o espírito do Evangelho penetrava todas as instituições. No mundo a... Vitrais da catedral de CHARTRES: representação da beleza; e na beleza, a suma verdade Os famosos vitrais da catedral gótica de Chartres, na França, contêm um ensinamento magnífico. O espírito da Igreja é o espírito de Deus:... Catedral de NOTRE DAME e os mais belos aspectos da alma católica Na catedral de Notre Dame em Paris, bela em cada um de seus pormenores, consideremos inicialmente as três portas do primeiro pavimento, enc... A catedral de Nossa Senhora de REIMS Catedral de Nossa Senhora de Reims, fachada No ano de 401, na cidade de Reims, França, o arcebispo São Nicásio dedicou a Nossa Senhora um... O espírito épico deu alma às catedrais medievais O espírito épico é como um prisma que permite interpretar a Idade Média. Os historiadores hodiernos, entretanto não sabem discerni-lo. E ... As catedrais da Idade Média germinaram nas almas dos primeiros cristãos Desde que os Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos e os discípulos em Pentecostes até o ponto mais alto da Idade Média, a Igreja esteve ... Se a catedral de Notre Dame falasse, o quê diria? Como seria a catedral de Notre Dame se ela pudesse ter sentimentos e falar? Ela sem dúvida não seria do tipo de pessoa que ri a toda hora... Notre Dame de PARIS: igreja de uma beleza perfeita, alegria do mundo inteiro A catedral Notre Dame de Paris tem tantos aspectos e maravilhas, que eu depois de ter estado nela, eu tenho que voltar para o hotel, comer ... Catedrais góticas: síntese de fé e arte Catedral Santo André, Bordeaux, França continuação do post anterior Nos séculos XII e XIII, a partir do norte da França, difundiu-se... BURGOS, catedral espanhola: majestade, sobriedade e esplendor Que ordem, que linha! Todas as coisas que são harmônicas devem ser dominadas por um ponto central. Vejam como essa imagem domina absolu... POR QUE O BLOG CATEDRAIS MEDIEVAIS? (Plinio Corrêa de Oliveira, 13/10/79, sem revisão do autor) Luz de Cristo x trevas da razão Redução da natalidade: são registrados em Milão mais sobrenomes chineses que italianos 6 horas atrás Luzes de Esperança Catolicismo cresce na China, apesar das perseguições 7 horas atrás IPCO - Instituto Plinio Corrêa de Oliveira Apesar de sua poluição extrema, a China presidirá a “Rio+20”! 16 horas atrás Acción Familia La familia tradicional proporciona amparo y unión. El divorcio genera soledad y abandono 23 horas atrás GPS do Agronegócio Coisa de aloprados! 1 dia atrás A cidade medieval Cidade medieval: exemplo bom para restaurar a sociedade e a religião em crise, ensinou famoso arquiteto inglês – 1 1 dia atrás Pesadelo chinês 200.000 agonizam em campos de concentração da Coréia do Norte 1 dia atrás Valores inegociáveis: respeito à vida, à família e à religião Pepsi desiste de procurar novos sabores usando células de fetos abortados 1 dia atrás Nobility and Analogous Traditional Elites Video: Coronation gun salute rings out around London for Queen’s Diamond Jubilee 1 dia atrás A Aparição de La Salette e suas Profecias Prenúncio do triunfo de Fátima quase cinco séculos antes das aparições – 3 2 dias atrás Glória da Idade Média O grande sorriso medieval: o conto do senhor feudal criminoso, o ermitão piedoso e o misterioso barrilzinho 2 dias atrás Idade Média A rainha Maria Antonieta e sua tragédia na CONCIERGERIE 2 dias atrás Verde: a cor nova do comunismo 50 ex-astronautas e cientistas condenam facciocismo da NASA pelo aquecimento global 3 dias atrás Orações e milagres medievais A festa do Divino, a descida do Espírito Santo e a conversão dos homens 6 dias atrás Associação dos Fundadores Vídeo: ONU X Cristianismo: a nova religião da nova ordem mundial 6 dias atrás Castelos medievais Jehay: joia esculpida pelo sonho de uma estirpe nobre 1 semana atrás O que está acontecendo na América Latina? Cuba 2012: o Pastor, o Lobo-Relíquia e Encíclica Divini Redemptoris 1 semana atrás As Cruzadas Balduíno IV: o rei cruzado que atingido pela lepra venceu Saladino e o Islã 1 semana atrás Sou conservador sim, e daí? Nova moral e nova religião universal são bases de um novo Império Romano persecutório 1 semana atrás Ação Jovem Pela Terra de Santa Cruz Princesa Isabel: documentos confirmam sinais de santidade 1 semana atrás Lourdes 150º aniversário das aparições Como ir a Lourdes: dicas e experiências 2 semanas atrás Heróis medievais Cerimônia de partida de Vasco da Gama – 2 2 semanas atrás Devotos de La Santísima Virgen de El Buen Suceso INVITACION A LA SUBIDA DE LA MILAGROSA IMAGEN DE NUESTRA SEÑORA DE EL BUEN SUCESO 2 semanas atrás Blog da Família ONU X Cristianismo – Tolerância ao aborto e ideologia de gênero são ingredientes de uma nova religião universal 2 semanas atrás Contos e lendas da Era Medieval Um olho por minha Mãe 2 semanas atrás Ciência confirma a Igreja 2012: o que dizem as profecias dignas de crédito? 2 semanas atrás AGÊNCIA BOA IMPRENSA Apesar de sua poluição extrema, a China presidirá a “Rio+20”! 3 semanas atrás BLOG 7 Dias em Revista Realidade, esta coisa tão necessária... 4 semanas atrás Flagelo russo Cardeal Mindszenty, vítima do comunismo, plenamente reabilitado na Hungria 5 semanas atrás Jóias e símbolos medievais Fra Angélico 4: Visitantes “transportados” à Idade Média 1 mês atrás Radar da mídia Sim, eles querem o chavismo! 2 meses atrás Notícias-Lepanto Indústria farmacêutica chinesa produz anti-histamínicos com pó de bebês abortados 7 meses atrás Pela Legítima Defesa que pensa a Igreja Católica sobre o desarmamento? 1 ano atrás Frente Universitária e Estudantil Lepanto Decisiva derrota de Napoleão na Rússia 1 ano atrás Receba gratis em seu email Digite seu email: Vitral da catedral de Laon Catedrais medievais em seu e-mail RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM SEU E-MAIL Digite seu email: Notre Dame de la Belle Verrière, Chartres Arquivo do blog ▼ 2012 (12) ▼ Maio (3) BURGOS, catedral espanhola: majestade, sobriedade ... A Luz de Cristo nas catedrais: saudade e apelo do ... Catedral: casa de Deus, imagem da Jerusalém celest... ► Abril (2) Gótico: estilo bom para restaurar a sociedade e a ... Gótico: estilo bom para restaurar a sociedade e a ... ► Março (2) A Catedral de AQUISGRÃO: reflexo da grandeza carol... Os três Reis Magos e Catedral de COLÔNIA ► Fevereiro (2) Faça uma visita a catedrais medievais O segredo das catedrais ► Janeiro (3) Catedrais góticas: mistério mais grandioso que o d... Aquisgrão: onde o imperador em lugar do cetro adot... Catedral de Sevilha: uma fortaleza meio eclesiásti... ► 2011 (39) ► Dezembro (1) No Natal, em Notre Dame, Nossa Senhora converte o ... ► Novembro (2) Catedrais da cor, focos de sacralidade, palácios d... Basílica de São Marcos: jóia do estilo bizantino e... ► Outubro (2) Nossa Senhora das Vitórias de Sablon, protetora de... Paradoxo harmônico da catedral gótica: esplendor d... ► Setembro (2) São Germano de Auxerre: humilde bispo que lutou co... Catedral: símbolo do motor imóvel ► Agosto (3) MILÃO: catedral no cerne da Igreja universal Catedral de ROUEN: A glória de Deus, cantada pela ... Abadia de Holyrood, Escócia ► Julho (2) Tour virtual pelo Mosteiro dos Jerônimos, Lisboa, ... Reims celebra os 800 anos de sua catedral ► Junho (4) A doce tristeza das catedrais medievais: preâmbulo... O simbolismo das catedrais góticas A recusa do gótico e a Renascença trouxeram um est... Como teve inicio a decadência do gótico ► Maio (5) Os espíritos que engendraram o gótico A Suma Teológica traduzida em linguagem artistica A catedral gótica, musica solidificada Catedral gótica: síntese da fé em movimento Origem do gótico ► Abril (6) Catedral de Westminster: moldura medieval de um ca... Preparativos na catedral e no palácio para o casam... Preparativos em Westminster: catedral dos casament... O ódio ao gótico é ódio à Igreja Católica Arquitetura gótica: a teologia católica escrita co... A luz espiritual e o segredo das catedrais góticas... ► Março (5) Catedral de NOTRE DAME e os mais belos aspectos da... Como um medieval via a liturgia da Missa Vitrais da catedral de REIMS: Luz que convida à co... A decadência de Cluny e o ocaso da Cristandade med... São Bernardo: reação para segurar a queda de Cluny... ► Fevereiro (4) Cluny, como viviam os monges da Jerusalém celeste ... Cluny, monges-guerreiros e “anjos do Apocalipse” n... Cluny: o “fasto” e a “hierarquia angélica” na Jeru... Cluny: o “exército do Senhor” na Jerusalém celeste... ► Janeiro (3) Cluny, a Jerusalém celeste encarnada (1) Catedrais góticas: síntese de fé e arte ► 2010 (31) ► Dezembro (2) ► Novembro (2) ► Outubro (2) ► Setembro (2) ► Agosto (2) ► Julho (4) ► Junho (5) ► Maio (2) ► Abril (2) ► Março (2) ► Fevereiro (3) ► Janeiro (3) ► 2009 (23) ► Dezembro (3) ► Novembro (1) ► Outubro (2) ► Setembro (2) ► Agosto (2) ► Julho (3) ► Junho (1) ► Maio (2) ► Abril (2) ► Março (1) ► Fevereiro (2) ► Janeiro (2) ► 2008 (31) ► Dezembro (1) ► Novembro (4) ► Outubro (5) ► Setembro (4) ► Agosto (4) ► Julho (4) ► Junho (5) ► Maio (2) ► Abril (2) Marcadores Aachen (4) abadia (7) Aix-la-Chapelle (3) Albi (1) Alcobaça (1) Alemanha (2) altar (1) Amiens (5) Aquisgrão (3) Argentina (1) arquitetura (1) Asís (1) batismo (1) Bayeux (1) Beauport (1) Beauvais (3) Bento XVI (2) Big-Ben (4) Bordeaux (1) Borgonha (7) Bourges (5) Bremen (1) Bretanha (1) Bristol (1) Bruges (1) Bruxelas (1) Burgos (4) casamento (1) catedral (3) Chartres (7) Cheadle (3) Châlons-sur-Marne (1) Clovis (1) Cluny (7) Colonia (5) coroação (1) Corpus Christi (1) Cracóvia (2) Cruzadas (1) Ely (2) Espanha (1) Estrasburgo (2) Exeter (1) fachada (1) feiras (1) Florença (2) França (8) Fátima (1) Goethe (1) gótico (3) Halbertstadt (1) Holyrood (1) Inglaterra (4) Islã (1) Jedburgh (1) Jerusalém (1) Jesus Cristo (2) La Plata (1) Laon (2) Le Mans (1) Leeds (1) Lichfield (1) Lincoln (1) liturgia (1) Londres (2) Mainz (1) Mariacka (1) Metz (1) milagre (1) Milão (4) Mogúncia (1) Mont Saint Michel (3) mosaicos (2) mosteiro (7) Mount Stuart (1) Natal (1) Nossa Senhora (5) Nossa Senhora do Espinho (1) Notre Dame de Paris (25) Notre Dame du Sablon (1) Notre-Dame-en-Vaux (1) Nottingham (1) Nova Iorque (1) Nuremberg (1) Orvieto (3) Padova (1) Paray-le-Monial (1) Paraíso (1) Paris (2) Parlamento (2) Peterborough (2) Poitiers (1) Polônia (1) Pugin (2) Puy-en-Velay (1) Pádua (2) Ravena (2) Reims (10) Reis Magos (1) relíquias (1) Rocamadour (1) românico (2) Rouen (1) Sagrado Coração de Jesus (1) Saint-Denis (3) Saint-Eustache (1) Saint-Rémi (1) Sainte Chapelle (5) Salisbury (1) San Marco (1) Santa Maria la Real (1) Santiago de Compostela (1) Santo Agostinho (1) Santo Sepulcro (1) Schleswig (1) Sens (1) Sevilha (1) Siena (1) simbolo (2) St-Germer-de-Fly (1) São Miguel (2) São Pedro de Roma (1) São Remígio (1) Teófilo (1) Toledo (2) Torre Saint-Jacques (1) torres (1) Troyes (1) Veneza (6) Viena (2) vitrais (11) Vézelay (1) Wells (1) Westminster (5) York (1) Émile Male (1) Órgão (1) Santuário de Montligeon, Normandia, Frana Mais lidos em todos os tempos Vitrais da catedral de CHARTRES: representação da beleza; e na beleza, a suma verdade Os famosos vitrais da catedral gótica de Chartres, na França, contêm um ensinamento magnífico. O espírito da Igreja é o espírito de Deus:... Notre Dame de PARIS: igreja de uma beleza perfeita, alegria do mundo inteiro A catedral Notre Dame de Paris tem tantos aspectos e maravilhas, que eu depois de ter estado nela, eu tenho que voltar para o hotel, comer ... O espírito épico deu alma às catedrais medievais O espírito épico é como um prisma que permite interpretar a Idade Média. Os historiadores hodiernos, entretanto não sabem discerni-lo. E ... Se a catedral de Notre Dame falasse, o quê diria? Como seria a catedral de Notre Dame se ela pudesse ter sentimentos e falar? Ela sem dúvida não seria do tipo de pessoa que ri a toda hora... Síntese da história do vitral O vitral nasceu na Idade Média, época em que segundo o Papa Leão XIII, o espírito do Evangelho penetrava todas as instituições. No mundo a... As catedrais da Idade Média germinaram nas almas dos primeiros cristãos Desde que os Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos e os discípulos em Pentecostes até o ponto mais alto da Idade Média, a Igreja esteve ... A catedral de Nossa Senhora de REIMS Catedral de Nossa Senhora de Reims, fachada No ano de 401, na cidade de Reims, França, o arcebispo São Nicásio dedicou a Nossa Senhora um... Catedral de NOTRE DAME e os mais belos aspectos da alma católica Na catedral de Notre Dame em Paris, bela em cada um de seus pormenores, consideremos inicialmente as três portas do primeiro pavimento, enc... Vitrais da catedral de REIMS: Luz que convida à contemplação Chamamos as obras do engenho humano de “netas” de Deus porque, sendo a alma humana filha de Deus, aquilo que o espírito humano engendra é “... O Retábulo de Ouro: portento da arte medieval A preciosa obra artística denominada Retábulo de Ouro (*), está colocada atrás do altar-mor da célebre Basílica de São Marcos, em Veneza. ... COIPYRIGHT AUTOR DO TEXTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Contador de visitas